sábado, 17 de maio de 2008

All we need is love !

Partilhar
"Parecia simplesmente que a tristeza tinha se extinguido desse planeta. E esse, parava, girava, ou saia fora de órbita com cada mínima demonstração de afeto. Os efeitos físicos também não eram nada mal; o coração, era como se estivesse deitado no colchão mais aconchegante do mundo, as curvas do corpo se encaixavam perfeitamente e o cérebro funcionava muito melhor a base de pensamentos açucarados. De mãos dadas e caminhos entrelaçados, não havia mais um casal, havia uma pessoa só, exalando amor por todos os lados e capaz de disseminar a felicidade por todo o universo. "
Isso é pedir muito? Mais que o infinito? É, pode ser. Mas só por uma única razão: com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Porque não basta amar, é necessário ser um bom amante. E já pensou se existisse um manual disso?! Talvez o mundo em que vivemos seria outro, completamente diferente.
O manual do bom-amante ensinaria coisinhas básicas, como o melhor cafuné, o mais fofo jeito de preparar o café-na-cama pro ser amado, o significado de cada flor e de cada brilho nos olhos; passaria por lições médias, tipo como cuidar do tchutchuco(a) quando ele(a) fica doentinho(a), brincadeiras como descobrir desenho em nuvens e/ou o sabor de sorvete preferido, dicas divertidas para lidar com as manias e chiliques; e, finalmente, no nível avançado, a matemática do amor: somar, dividir, multiplicar, elevar ao quadrado, ou como terminar aquele quebra-pau com pipoca e guaraná; e o epílogo seria baseado em conceitos e prática de paciência, companheirismo, amizade, desejo, fidelidade e lealdade.
Entretanto, o amor se vive de impulso, não há uma escola que o distribue em ensino fundamental, médio e superior. Sendo assim, as experiências que adquirimos são todas frutos de repetências nessa matéria. E é dessa forma que aprendemos onde estão os acertos, os erros, gradativamente, conforme o tempo passa. Um jeito meio chato de se aprender, mas quem disse que alguma coisa no campus amoroso é fácil?
Essa é a grande responsabilidade do amor. Reconhecer a pessoa amada como seu igual acima de tudo, respeitá-la, compreendê-la e fazê-la feliz são parte das leis essenciais da constituição dos amantes. Não tenha medo de mostrar ao seu xuxuzinho o que você sente por ele(a), o quanto ele(a) é importante pra você. Cuide bem do seu amor, se arraste junto com ele pela vida! Que ama tem o poder de mudar o mundo, de várias maneiras. Entre outras, sabe qual é a melhor delas? Fazer com que a tristeza pareça coisa de outra galáxia. Fazer com que, quando estejam juntos, só haja espaço para a felicidade.


ps:tudo nesse post é de autoria minha, até a foto ;]
e evite assistir ao lindo filme "O melhor amigo da noiva" se não quiser se tornar uma abobada do amor, como eu.
Partilhar

12 comentários:

Amanda disse...

Muito lindo o seu texto *__*

flávia. disse...

Eu não queria que houvesse esse manual. Porque aí, tudo seria fácil demais, e talvez, o amor perderia a graça. Brigas e desentendimentos fazem bem, e trocar de amor também! ;D
Mas de qualquer jeito, o texto fala umas coisas muito bonitas! beijo

Mingá. disse...

Tipo, o nome do blog tinha me chamado atenção, pelo simples fato de existir uma música chamada "Pretty Lush". Esse Pretty Lu~ deu uma musicalidade, só lembrou a música.
Aí vejo o título, e me lembrou mais duas músicas: "All you need is love - the beatles" e "This love is all we need - Acid House kings" que, esta segunda, estava até como atração musical em meu blog.

Foi meio musical isso, HAEUIH, ficou essa impressão.

Deixando isso de lado, eu acho que esse manual não funcionaria na prática. Ele faz ela de boba, ela me faz de bobo.

[:(]

Nathália Affel disse...

Own!!
que coisa linda!!

vc está me deixando louca praver esse filme!!
hahaha

Storyofprincess disse...

Oii
td bom?
Eu acho que, não existe mesmo um manual do amor.
Afinal é agente que faiz ele. E agente que vai sentir ele, rs rs rs não é?
acho que não tem, boom, uma explicação pra isso.
Mt fofo o texto ^^
bjs!

Rαfαεℓℓα disse...

Tristeza é horrível...mas amor ás vezes machuca demais também. Um manual seria perfeito *-*

Beijo!!

* Suyanne * disse...

Que texto lindoo!
Vc escreve bem demais.

Ja vou colocar mais um filme na minha lista
(penelope + O melhor amigo da noiva)

;D

Nataliinha disse...

Eu quero veeeeer esse filmee .
E gostei do texto !

Bjs

A n i n h a a disse...

ameei *.*

mas manual nenhum explica o olhar satisfeito que você recebe quando prova que conhece a pessoa muito bem, e que faz de tudo pra ve-la sorrindo

meeo, eu tenho estado melosa demaaais nos meus comentários :X
beiijão

Nadezhda disse...

Um manual não seria uam coisa muito boa. Se fosse assim, todas as pessoas fariam a mesma cosia, da mesma forma, e o amor perderia a graça. E ele não seria complicado (e as coisas complicadas costumam ser mais satisfatórias).

Vou te linkar também ;)

♥ Camila disse...

carambaaa que texto lindo!!

AHH EU QEURO ASSISTIR PRA FICAR INSPIRADA QUE NEM VOCE!
ahaa

beijow

Lilah disse...

sou uma bobona tbm. =*

beijo