quarta-feira, 28 de maio de 2008

Arrasa, bi !

Partilhar
Comigo, nem rola. Nem rola homossexualidade, nem rola curiosidade em experimentar. Também nem rola preconceito, cara feia ou homofobia com relação aos homossexuais, muito pelo contrário. Tenho amigos gays e esse texto é, mais que qualquer coisa, pra mostrar como os admiro por terem essa coragem de expressar sua condição de homossexual num país ainda tão ignorante, e por terem todo esse orgulho de serem o que são.
E não importa se o que são muitas vezes é chocante, é extravagante, é muito além do necessário e do aceitável pela sociedade. As únicas pessoas no mundo que vivem de julgar os outros são os juízes de direito. As outras, se não têm nada de bom pra falar, deveriam ficar quietas, não?! Deveriam entender que sexualidade não é opção, é uma intimidade, uma coisa natural de cada um. E mesmo que não seja a regular, a "correta", deve ser respeitada. Homossexualidade não é sinônimo de imoralidade, promiscuidade, anormalidade. É só um pequeno detalhe, capaz de mudar todos os conceitos com relação a quem a assume.
Porém, muitas vezes se esquece de que quem a assume é, antes de ser homem ou mulher, um ser humano. Com qualidades, defeitos, direitos e deveres, como qualquer outro. E nos dias contemporâneos, quando se vê um dia do orgulho gay como esse último domingo, uma parada bonita, animada, com gente querendo ser feliz antes de mais nada, é difícil pensar que ainda há quem se prenda em tradicionalismos estúpidos e preconceitos piores ainda e use de descriminação e humilhação para com os gays. É difícil acreditar que os praticantes dessa descriminação sejam seres humanos também, tanto quanto os gays.
Bom, eu não ganho nada por defender essa causa, nem a acho mais especial que as outras minorias que lutam por seus direitos e contra preconceitos. A não ser por um motivo: a diferença não faz mal a ninguém, não deve ser escondida, muito menos ridicularizada. E a classe GLBT é uma das poucas que realmente tem orgulho de ser diferente e em vez de adotar a postura de fraca e oprimida, ela faz festa para comemorar essa diferença. Nada mais louvável. E outra, num mundo tão deteriorado, tão poluído, tão preto e branco como o que vivemos, não cai nada mal uma bandeira com as cores do arco-íris enfeitando as cidades de vez em quando né ? ;]
Partilhar

11 comentários:

Rαfαεℓℓα disse...

Eu ñ tenho nenhum preconceito, mas experimentar jamais!

Beijoos!

Nadezhda disse...

Você não ganha nada? Ganha sim, b]ganha caráter, que é o que importa!

Eu também não tenho curiosidade, mas respeito e até admiro a coragem! Tenho amigos gays também ;)

Nataliinha disse...

o nome mesmo ja diz : opção sexual.
acima de tudo é um ser humano
bjs

flávia. disse...

Adorei o texto, você sabe defender muito bem sua opinião! ;D
Não tenho preconceito, e acho bonito quando um casal de homossexuais andam na rua de mãos dadas. Mas, de qualquer jeito, acho uma coisa ainda 'nova' para a sociedade se acostumar (eu sei que até Shakeaspere era um homossexual, mas eu digo em relação à adaptação da sociedade), e não tenho gosto em ver homens de beijando, ou mulheres se beijando.
De qualquer forma, acho que 'assusta' pelo fato de que sai da regra, e tudo que sai da regra, torna-se estranho.
Não tenho amigos gays por falta de oportunidade, mas respeito siim, e prefiro optar pelo sexo masculino ;p
Beeeijo

raai. disse...

eu acho linda as cores também e também tenho amigos e os respeito, e não se define coráter por opção sexual.

;**

.:Noxz:. disse...

Nossa...
Muito legalz...

Otimo final de semana ^^

Violeta disse...

viver feliz com as escolhas alheias, afinal o que é certo ou errado, ninguém sabe...
.
Obrigada pelas palvras no meu quintal
.
beijocas

Lilah disse...

gostei mto do seu texto,
tenho um gay na familia,e ele sofreu mto antes de se assumir.
Cada pessoa tem o direito de ser o que quiser ser,
eu sou tradicional, mas admiro e MUITO pessoas que se mostram diferentes a isso.

Parabéns garota!
beijo

A n i n h a a disse...

Também nem tenho vontade de experimentar, não.
Mas tenho váários amigos gays/lésbicas, e nunca tive problemas com isso.

Adoro a energia dos gays, eles são felizes e fazem festa por tudo *-*
também defendo a causa.
;**

Hosana Heitz disse...

você escreve muito bem.
parabéns!

e cara, cada um deveria se joogar na delicia que é a vida, sem medo de ser feliz!
o que importa mesmo, é a felicidade, é viver por completo. com amor e liberdade.

tudo que fizer bem a cada um, e trazer alegria, é aceitável.

e que seja colorido!
haha

parabens pelo blog
tambem vou te linkar!

Despindo estórias disse...

Eu n tenho preconceito. E sentia vontade de experimentar, mas nem sinto mais.
bju