sábado, 13 de setembro de 2008

Say it loud: I'm Brazilian and I'm proud!

Partilhar
Se eu fosse alguém que gosta de clichês, começaria o texto com as oposições clássicas: all star X havaianas, mc donalds X feijoada, my name is earl X meu nome não é johny. Se eu adorasse chavões, viria com um papo de valorizar a boa cultura brasileira e etc, ou de que cultura boa está no estrangeiro, e etc. Eu não gosto de clichês, nem de chavões, mas fiz uso deles no texto. Acho que, de vez em quando, não há como escapar, assim como ter que fazer escolhas na vida. Mas acho também que, de vez em quando, podemos fazer múltiplas escolhas, sem deixar de ter opinião.

Sim, porque o 'american way of life' está mesmo bem presente na realidade não só do Brasil, mas de todos os países que não tem um patriotismo forte. Mas a essência nacional ainda ocupa um lugar maior em nossas vidas. Quer um exemplo? Quando você viajar pro exterior, provavelmente terá orgulho de dizer a todos que é brasileiro, e, se você não for viajante ilegal, todos te tratarão muito bem, pois brasileiro tem fama de gente boa. E depois de um tempo fora, provavelmente você estará louco de saudade do arroz com feijão, do futebol, das novelas, das piadas de português, das músicas típicas(e bizarras) e de todo 'brazilian way of life'. Pode crer.


Isso só acontece porque ainda há pessoas aqui que conseguem enxergar o quanto é bom ser natural de um país tão abençoado quanto o nosso, e em vez de ficar reclamando do quanto atrasados tecnologicamente e musicalmente nós supostamente somos, ou de como a qualidade das nossas produções culturais e das nossas vidas é inferior à dos países ricos, fazem alguma coisa efetiva pelo país que vivem. Não é errado ficar mais empolgado com o show da Madonna do que da banda calypso. Errado é ser antipatriota, e passar uma imagem de idiota pro mundo inteiro. E de vergonha pros brasileiros.


Talvez, toda esa postura seja hipócrita. Se eu parar pra pensar, a maioria das minhas preferências clássicas são por itens americanos. O imperialismo e a falta de patriotismo incutidas na nossa sociedade muitas vezes nos deixam sem saída, e nossos gostos se moldam a esses modelos de boa publicidade(e qualidade também, seria injusto negar). Mas, uma coisa é certa: valorizar a nossa cultura é uma necessidade, se quisermos ser um país melhor. Isso não significa desprezar a cultura do resto do mundo, o que seria uma tremenda ignorância. Eu não vejo problema nenhum em sair na rua com uma camisa verde e amarela, e um all star. Porque o Brasil, como sempre, estará no peito. Mais perto do coração do que qualquer outro lugar do planeta!


PS: leiam esse texto: http://passarinhandoporahi.blogspot.com/2007/05/you-know-youre-brazilian-when.html. é em inglês, mas é super brasileiro ;]


PS 2: essa sexta, tive o prazer de comparecer a um talk show com o Marcelo Tas, do CQC e de tantos outros trabalhos legais. Sem dúvida, experiência muitoo enriquecedora! E ele ainda perguntou se havia na platéia alguma candidata a ser uma mulher de preto do CQC! Imaginem se a minha mão não foi a primeira a se levantar né, hahah :D

PS 3: queria agradecer muitoo as meninas que lembraram de mim no blog delas essas semanas, a Amanda e a Tailany ! desculpa a demora pra responder meninas, mas muito obrigada mesmo, vocês são umas fofas! (e amanda, posso responder o meme no próximo post?huasuasua, esse já ficou meio grande, deu pra perceber né!) :D






beeijos :* Partilhar

17 comentários:

palavraacida disse...

Nem sei o que dizer comparado ao seu blog por mais que o meu seja um cadinho legal os seus textos são demais ! parabéns e espero chegar la um dia ^^ ! mas escrevendo textos em versão menino claro ^^

Isah disse...

adorei o texto.todos e todas nós usamos palavras em inglês,ou tomamos coca-cola,só que o patriotismo ainda resiste.

Amanda Diógenes. disse...

Por nadaa, vocee merece ;D
beijos ~*

Camila Colossi disse...

hahaa adoreei demais :)
os ingleses sao xatos caraa kkkkkkkkk
e a gente ainda tem q aprender a lingua deles ¬
aff

bejooo

Isadora Ijano disse...

Eu sou suspeita pra falar, sou extremamente patriota, e não há nada que me deixe mais feliz do que saber que este sentimento está crescend (espero ahaha).
Eu respeito todas as culturas e adoro todos os países, mas meu Brasil é fera !
Hoje mesmo estava conversando com um namorado de uma amiga da minha mãe que é norte americano, ele dizia o quanto amava o jeito do povo brasileiro, e como no lugar onde ele vive as pessoas também gostam tanto, ele adora bossa nova e samba, e gosta muito de feijoada, ele tentava ser caloro como a gente, mas tadiinho, ahuahauahauahau.

Beeeeijooos !

Mary West disse...

Sinceramente eu naum sou muito fã do país em que vivo naum ó. Orgulho nenhum mesmo.

Nataliinha disse...

Como vc tava sumiiiiiiiida !

E sim, sou brasileira com mt orgulho e amor !

Beiijoos =*

milena shoji. disse...

nossa, adoreii seu texto!
já fiz um texto parecido, e é verdade. a gente começa a abrir os olhos e ver como esse 'american way of life' está invadindo todos os cantos do planeta.
não que isso seja ruim..
ihaoihsoisiosa
bjs.

Rαfαεℓℓα disse...

Me orgulho de viver no Brasil *-*

Beijos! =*

raai. disse...

o patriotismo ainda existe, embora muita coisa impeça-o :~~

;**

marina; disse...

brigada :)
eu tenho um baita orgulho de ser brasileira! somos super bem tratados no exterior, sim. porém há excessões e posso citar várias! tem muito preconceito com o Brasil, mas não é motivo nenhum pra gente se sentir coitadinho. tem muita gente q se seente a "vítima-mór" de preconceito do mundo, por ser brasileiro. ex: "ah todo mundo pensa que brasil é só samba e futebol". verdade, até certo ponto. porque, na verdade, é o que a gente mais mostra. MAS a gente tem MUITA coisa boa pra mostrar, tanto que todo gringo que vem pra cá, AMA o brasil. vai dizer que não?
a gente tem que aprender a se valorizar sim, temos vários problemas e não deveriamos ter vergonha deles. mas, o brasil tem sim algo encantador. que é o povo. eita povinho mais gente boa que é o brasileiro viu!
e parabéns pelos memes!

disse...

Ah, eu não acho tudo isso. Eu acho que a cultura brasileira é uma das melhores de todo o mundo. E a culpa desse antipatriotismo todo é do povo. Porque há 50 anos atrás os EUA também tinham a força pra influenciar nossas escolhas, mas o povo não dava abertura a isso. E o que acontecia era o contrário, a Bossa Nova de Antonio Jobim e de João Gilberto é que conquistaram o mundo. Porém, agora, o "chique" não é mais ser diferente e sim igual. Queremos ser iguais aos outros países, nos levamos por escolhas americanas. Eles é que levam a bola da vez. Nos resta mudar o futuro. Aceitar nosso brasileirismo e encarar de frente nossos podres, porém mostrar no peito aquilo que a gente tem de melhor.

viva a cultura e a música brasileira o/

beijoo

Amanda Diógenes. disse...

Oii, to passando aqui rapidiinho para dizer que tem um selo lá pra você.
(como sempre, só pra mostrar o quanto gosto de ti :D)
Beijos ~*

A n i n h a a disse...

adorei:D

acho digno sermos brasileiros, darmos valor a nossa cultura e a cultura dos outros. Porque em primeiro lugar, a nossa cultura é a junção de várias culturas diferentes em uma só :D

beiijos lindonaa

Bárbara disse...

Nossa adorei a forma como você abordou esse tema,ficou muito bom.
Concordo plenamente com a questão de que devemos ser mais patriotas,pois se nós não amarmos nosso país,quem fará isso né?
beijos;*

Bárbara disse...

Nossa adorei a forma como você abordou esse tema,ficou muito bom.
Concordo plenamente com a questão de que devemos ser mais patriotas,pois se nós não amarmos nosso país,quem fará isso né?
beijos;*

flávia ruas disse...

Nossa, eu adoreeei o tema do seu texto, concordo com muitas coisas que você disse, mas música brasileira tem qualidade sim. Música brasileira não se resume em Calypso e funk, então é só saber procurar e ouvir. :D
Brigada pelos comentários no meu blog, e peço desculpas por não respondê-los, vou tentar vir aqui com mais freqüência! beijo